sábado, 16 de junho de 2012

O caso Herchcovitch

Quem sabe ler e tem acesso à internet tá sabendo do que se trata. Em entrevista concedida à Folha de S. Paulo, o nosso Marc Jacobs meteu a boca no populacho, em um desabafo indignado sobre o know how periguético brasileiro.
Nem tanto Ropahara e nem tanto Osklen, querido Alê. Dá pra trabalhar o meio termo, mas já que você insiste no periguetismo como tendência EXCLUSIVA das brasileiras populares, CONTE-ME MAIS SOBRE AMERICAN APPARELL.





Porque é magra e sem peito pode e é cool?


Até EU tenho um desse dourado! Mas obviamente não comprei na loja da OSCAR FREIRE porque tudo lá custa 5x o preço. Foi na de NY mesmo!


E o que falar dos vestidini de cotton da TOP SHOP, marca inglesa que abrirá as portas da esperança fashionista no Shopping JK?



As mina pira no brilho

Claro que algumas marcas nacionais descem até o chão, mas ficou aí a prova de que o periguetismo está globalizado e cobra em LIBRAS.
Ahora, vamos ao produto nacional!
 



Vestido com detalhe em trás - atrás ou em strass?

Assim como qualquer balada ou restaurante, é a FREQUÊNCIA que faz a diferença. Logo...





E lá na terra da Top Shop...



Periguete é periguete, Alê. Seja aqui ou na Inglaterra, todas querem ser capa da Playboy. E com o dinheiro da capa, se jogar nas suas caveiras porque caveira TÁ NA MODA! Vi pencas na 25 de Março semana passada!

Nenhum comentário:

Postar um comentário