sexta-feira, 7 de junho de 2013

O sucesso de Anitta

PREPARA que eu provavelmente vou inventar a roda agora com esse post! Anitta, a funkeira carioca sensação do momento, é uma versão brasileira, gostosa e não-cafona da Nicole Scherzinger.


Não-cafona porque Nicole Scherzinger, ex ou ainda Pussycat Dolls, é de uma cafonice que só ela consegue.


NA NOSSA OPINIÃO - e é bom colocar em caps lock porque sempre tem uma caída do trem pra vir aqui bater boca - o sucesso da Anitta (sem comentar as músicas, porque confessamos que não ouvimos) se dá pelo fato dela ser uma mulher gata e bem cuidada, coisa que (aqui entre nós) é meio raro de se ver na cena funk do RJ. E dela não ser cafona, o que gera fotos excelentes, com produção nível gringo.



E achamos bem bom ela ser gata e toda trabalhada no look do dia porque assim QUEM SABE ela não leva o povo pra luz, né?

Catou a referência?

O resultado disso é marketing bem sucedido e mídia farta. Ambos geram dinheiro, e dinheiro é igual a sucesso.




Já existe até uma tal de Anitta "cover", minha gente! Não digo nada se não for a Scherzinger tentando voltar à luz dos refletores, nessa terra onde tudo dá, menos a baixa do dólar e da inflação.





Anitta, darling, a gente super curtiu seus looks e seu carão e seu cabelo master blaster. Mas a gente curtiu mais ainda o fato de você não ser maluca e saber se comunicar. Como diz o povo da moda, fresh!