sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Polêmica: Chinelagem

Quem me conhece sabe que, mesmo mau humorada e "séria" (como dizem por aí, rs..) eu sou uma pessoa sensata e serena. Mas tá osso...

Hoje em dia tem esse discurso por aí de "viva a diferença", "abaixo o preconceito", e toda essa tolerância que eu acho supimpa...até a página 2. Vou usar um exemplo básico: Ônibus.

Situação:
Uma pessoa ouvindo um funk-forró-sertanejouniversitário-pagode no talo, sem fones (claro) e não se importando com o fato de estar incomodando outras pessoas, que gostem ou não destes estilos musicais. Nada é feito a respeito. MAS VAI VOCÊ OUVIR JUDAS PRIEST NO TALO PRA VER O QUE TE ACONTECE!!

Hoje saí de botas na rua, estava fazendo sol na caótica cidade do Rio de Janeiro. Se eu passo calor, o problema é meu, certo? Errado! Veio uma mina que não me conhece, trajando micro shorts e micro top, por cima do biquini, arrastando seu chinelo e dizendo com ironia - "Afffff! Mas com um calor desse e essa aí de botas!!! Pfffffffff!"...



OI????? Então eu ME DEI o direito de criticar também! Já diria Raul - Eu também vou reclamar! Acho quem arrasta chinelo, e mais uó ainda se for daquele chinelo plataforma. E podem reparar - ele nunca vem sozinho! Sempre tem uma minissaia de viscolycra ou um micro shorts de stretch junto! E tudo com strass, pra dar um ar de coisa fina, claro.


Acho um retrocesso este tipo de comportamento - gente apanhando nas ruas por terem opções diferentes, ou ouvindo ironias e/ou ofensas por simplesmente vestirem o que lhes agrada. Mas se a lei que impera é a lei da selva, então cada um que se defenda como puder.

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Container

Estive no lançamento da multimarcas Container no Freeway Barra nesta semana e achei brilhante como eles conseguiram transformar itens de descarte em uma loja itinerante muito fofa!

Vitrine da loja na Barra

A começar que a 'loja' é um container. Dentro dela, tudo foi feito com madeira de demolição, as araras são corrimãos de metrô e ônibus. Mas nem pense naquele visual de usado, porque nada tem a ver com o conceito da loja! Tudo recebeu um tratamento bacana e se não fosse o povo da loja me contar, eu jamais saberia!

Quando a Container estava no RS...

As roupas são um capítulo à parte. Além de marcas conhecidas, eles assinam jeans femininos e masculinos de excelente qualidade, coisa rara de se ver hoje em dia! E sim, o jeans é feito de material reciclável também. Eu apoio qualquer iniciativa inteligente quando o assunto é moda. Tá caro pagar a loja no shopping? Monta um container! Vai vender na feirinha! Faz relacionamento no Facebook!

Pra quem está no Rio, dá uma passada lá que vale a pena! Tem uns acessórios bem legais da Lança Perfume ;-)

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Curvas Para Todas

A Levi's é hors concours quando se trata de jeans, há um turbilhão de anos, por um único motivo: Seu jeans é EXCELENTE. Mas até então, era somente um jeans que durava anos, ficava com uma aparência cool com o passar dos mesmos, mas não valorizaaaaaaava a figura, como todos os outros.
Claudia Cardinale e toda a sua suculência

Coisa que sempre foi motivo de dor, sofrimento, crises de auto-estima, ódio no coração, enfim, um tsunami de péssimos sentimentos para mim. Comprar um jeans era coisa de gente magra, sem coxa, sem bunda e com pernas compridas, ou seja, coisa pra modelo. MAS AGORA CHEGOU A MINHA VEZ! Eis que a Levi's, espertinha no movimento barulhento que as mulheres vem fazendo em torno da divulgação da realidade de sua imagem em todo o mundo, resolveu agradar pelo menos 80% delas, lançando 3 modelos diferentes de jeans, um para cada tipo de corpo.



Eu ainda não fui na loja me medir e ver qual é a desta inovação genial, mas gostei da iniciativa. Recentemente, por indicação de um amigo apreciador da natureza feminina, comprei uma Sawary e fui obrigada a concordar que os caras tiveram a malandragem de acertar na percepção de onde apertar o quê, onde disfarçar o quê...Pelo menos pra mim funcionou!


Gina Lollobrigida, sustança com cinturinha


Mas faz quentinho no coração saber que em alguma loja você, suas coxas e sua bunda serão tratadas com o devido respeito, que o bom trabalho realizado por Deus, seus pais e pela academia (ou pela comida maravilhosa da vovó) será valorizado e que, assim como Scarlet O'Hara "NUNCA MAIS PASSAREI FOME NOVAMENTE!". Way to go, Levi's!

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Tamanho único??



Mesmo com todo o frisson em torno das modelos plus size, com matérias em revistas importantes como Elle, Vogue e Glamour, aparentemente ALGUNS fabricantes de meias-calças no Brasil não estão se importando muito com a valorização do corpo da mulher brasileira.


Eu sou ávida consumidora de meias-calças, dos mais diferentes tipos, cores, espessuras e marcas. Eu, que visto 42, tenho as coxas grossas e faço parte do grupo das gostosas que passam aperto pra comprar jeans, short, calcinhas e afins. Sim, existe modelo EG ou GG das meias...DE ALGUNS MODELOS APENAS! Minha bronca virou motivo de protesto quando fui comprar uma 7/8 pra dar um close pro bonitão...

Meia 7/8
é para ser usada numa altura razoável da coxa, pois o que importa é a sugestão de que você as está usando. De repente
num cruzar de pernas, numa fenda um pouco mais alta da saia, apenas a sugestão, a sutileza, a surpresa. Infelizmente a marca mais atuante do mercado, a Trifil, não pensa desta forma com relação às "gordinhas" ou "gostosas" que compram este tipo de meia, porque no meu caso (e no caso de muitas amigas e colegas a quem fiz a mesma pergunta) a meia 7/8 tamanho único (seja com barra de renda, barra lisa ou arrastão) só fica "apresentável" se eu usar 3 dedos acima dos JOELHOS! Se eu subir mais a desgraça é certa: não só ela começa a enrolar mesmo com a liga, como eu fico parecendo um queijo provolone! Sem contar que usando a meia apenas 3 dedos acima dos joelhos, a ideia do mistério, da surpresa e da sugestão vai pro saco, né?
A moça ilustra a altura NADA IDEAL da meia, que acaba pedindo 1km de liga...

É impossível se sentir bem desta forma e a impressão que fica é a de que somente a modelo da embalagem é capaz de usar a meia 7/8 na altura ideal, sem parecer um colchão de mudança. Então, povo da Trifil, vamos fazer uma pesquisa de mercado entre as consumidoras não-modelos-tamanho-36 e criar a opção de meia 7/8 EG ou GG??

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

O frissom dos esmaltes


Quem me conhece sabe que eu sempre tive um problema, uma espécie de vício besta em esmaltes. De repente isso virou um negócio para dezenas de mulheres de todas as idades, em todos os lugares do mundo onde mulheres podem ser mulheres (em pleno 2010 isto ainda é proibido em alguns lugares, mas isto é treta pra outro post...).

Acho válido...até a página 2. Assim como os infindáveis blogs sobre maquiagem e beleza (e vem aí um post sobre o assunto!), aparentemente não há muita pesquisa, somente um excesso apavorante de informação
! Gosto e rosto, cada um tem o seu, mas tenho visto muita atrocidade por aí. Combinações infelizes, marcas bizarras, gente fazendo dívida no cartão para comprar esmalte japonês (!!!), um desespero quando não se acha 'aquele roxo incrível que a Lady Gaga estava usando!'. Gente...

A validade desse lálálá todo é que muitas marcas passaram a testar suas coleções e melhorar suas qualidades em função desse redescobrimento do esmalte enquanto acessório de moda. Novas marcas apostam suas fichas e aprendem com quem já fazia e com quem usa. Todo mundo fica sabendo se determinada marca dá alergia ou se os pincéis não são bons, e tudo isso é sensacional! Mas aí começam as viagens....


Eu, adepta do simples nacional (tanto para empresas quanto para a vida, hahaha), venho à público esclarecer: Você colega que saiu correndo e comprou toda a coleção de esmaltes flúo da Impala e agora está se sentindo ridícula, não fique assim! Faz um bazarzinho de esmaltes, anuncia no seu Twitter e troque por outros! Não se sacrifique usando algo que você SABE que não rolou pra você.
Vamos a um exemplo: Estou usando, hoje, um tom de verde extremamente escuro com um leve tonzinho metalizado por cima. Resolvi testar, achei chique por ser inverno e os dias estarem meio cinzentos. Mas o verde pistache é uma temeridade para mim!

No geral, cores neutras, básicas e terrosas funcionam.
Então se você fez um estoque de nudes (o bom e velho BEGE), marrons (e todos seus nomes-da-moda), brancos (e suas variantes off-white), vermelhos e rosas, e arriscou num azul satin e num pretão, pronto! O resto você testa, sem compromisso, com alguma amiga mais ousada. Se rolar, rolou!


Ah sim! Sobre as fotos: Eu joguei "esmaltes" no Google, e foi o que catei para ilustrar o post. Se alguém tiver os direitos das imagens, favor entrar em contato. Mas sabem como é, jogou no Google, virou domínio público ;-)

quarta-feira, 7 de julho de 2010

O drama Di Santinni

Alardeei a quem quisesse ouvir que surpreendentemente eu havia encontrado uma bota adorável na Di Santinni. Havia decidido, inclusive, comprar pela loja virtual (coisa que eu confesso ser um ponto POSITIVO da marca, apesar de não ter feito a compra), mas depois de calcular o tempo que ela levaria para chegar, desisti e resolvi comprar direto na loja.
Péssima decisão...

Problema número 1:
Fui à uma loja em Copacabana, onde não tinha a tal bota, mas a mocinha me disse que na loja da Barra (...) tinha. Ok girl...

Problema número 2:
Antes de me deslocar atééééééééééééééééééééééééééé a Barra, resolvi ligar na loja para confirmar a informação que recebi. Ninguém atende, em horário nenhum e em nenhum dos 5 números de telefone que constam no site...

Problema número 3:
Fui até aquela lonjura daquele shopping, afinal de contas se uma vendedora da loja me disse que lá tinha a tal bota, não teria erro. TCHARAN! Ao chegar lá não tinha, ou melhor, NUNCA TEVE. E não bastasse, o vendedor ainda me disse que "é realmente muito difícil conseguir falar nos telefones da loja" e que a colega de Copacabana deveria ter "passado um rádio" para a loja para se informar melhor. Virou as costas e me largou lá....

Por sorte existe a My Shoes, com uma bota ainda mais incrível e por um preço ainda mais cativante (pelo menos nesta época de liquidações)!

Que fique claro: Minha reclamação aqui se deve ao PÉSSIMO ATENDIMENTO nas LOJAS Di Santinni, onde não se consegue falar por telefone, os vendedores te tratam feito uma mosca na vitrine e dificilmente se encontra os melhores produtos. Nada posso dizer sobre o funcionamento virtual, pois não cheguei a utilizá-lo.

quarta-feira, 30 de junho de 2010

Sécsi

Uma das minhas melhores amigas vai se casar e eu serei sua madrinha. Era de se esperar de mim que eu desse algum intenzinho sassy, e eu bem que procurei...Ia fazer um micro chá-de-lingerie, dar uma calcinha mais 'How You Doing?' pra noite de núpcias, sei lá...
"Magia, sensualidade...luxúria, fantasia..."

NÃO CONSEGUI! Why God, WHY??! Por que tudo é tão HORROROSO????? Não há NADA que justifique, nem público-alvo, porque alguém que se meta no ramo da lingerie PRECISA estudar todos os tipos de consumidores - desde as adoradoras de marabus com glitter até as que curtem um boa calcinha preta. Mas não...não há opção...

Até materiais simples como o couro eles conseguem avacalhar! E alguém por favor me explique QUEM NESTE MUNDO DE MEU DEUS curte calcinha/cueca de BICHINHO???


Não há limites para a preguiça mental no que tange a criação de peças íntimas destinadas à safadeza. Tecidos pobres, cortes bizarros, elásticos que não esticam, tamanhos que não condizem com a realidade, sem falar nas opções de CORES, né minha gente....


Olha, eu dou consultoria de estilo e faço um preço NICE! Pergunta lá na Pselda sobre mim! Junto com a Suzana - que é praticamente um manancial de sabedoria sassy, criei e pesquisei modelos que atendem todos os estilos de mulher e agradam a todos os tipos de homens. Sem mistérios, sem drama. Pela pura beleza de ver as mulheres abalando na hora de subir no lustre!


Então, vamos pesquisar no Google o que se faz por aí? Vamos perguntar pras miguxinhas o que elas curtem mais? Vamos comprar tecidos DE QUALIDADE SUPERIOR? Vamos?!
Minha amiga precisa de uma lua-de-mel babadeira!

sábado, 26 de junho de 2010

Estilo na Copa Pt. 3


Júlio César, goleiro titular da Seleção Brasileira, fazendo o mundo conhecer o TIGHT LACING =D

Dureza....

terça-feira, 22 de junho de 2010

Estilo na Copa Pt. 2

A pergunta que não quer calar é: Por que unhas decoradas??? Independente do evento, por quê???
Eu que já escrevi matérias e mais matérias a respeito do assunto, nos idos de 2004, nunca entendi. Me mandavam escrever, eu escrevia. Mas nunca entendi, assim como não entendo a calça fuseau...
Mas em época de Copa do Mundo, tudo se escala para o pior. As pessoas encontram meios os mais estranhos para mostrar 'seu amor pela Seleção'. Nenhuma outra época da vida usam aquilo, mas durante 1 mês - e especialmente quando sua seleção joga - elas são entusiastas das cores da bandeira. No nosso caso, a pior seleção de cores já pensada - Amarelo, Verde, Azul e Branco.
E claro desgraça pouca é bobagem, e não basta ter as unhas decoradas - tem que ter acessórios de cabelo... Continuando na montação pra fazer inveja no Dunga, seguimos com um MUST na internet quando o assunto é "estilo" na Copa - MAKE EM VERDE E AMARELO!!!! Ok, alguém aí vai lembrar que há 4 temporadas atrás só se falava em make colorido. Acho bacana quem sabe fazer e quem sabe usar, mas NUNCA VI ninguém desfilando make verde-amarelo nas ruas, nunca (e cata que a miguxa da foto ainda tem um lenço-bandeira na cabeça...vai juntando...)!
E lógico, depois de unhas, cabelos e rosto decorados - e considerando que quem faz isso jamais opta por uma só coisa - temos o que realmente BOMBA na 25 e na Saara (RJ): BIJOUX!

Deixei o melhor pro final...Alguma mente voltada para o Mal, inventou isso:

Eu acho assim: Vai pro jogo? Vai pra casa do pessoal do bolão? Vai juntar o pessú do escritório no bar? Arrasa, mas arrasa COM GRAÇA - compra uma peruca hilária, ou uma camiseta, pinta a bandeirinha no rosto, vai com um pé de chinelo de cada cor - MAS NÃO QUEIRA FAZER A BONITA!

segunda-feira, 21 de junho de 2010

Estilo na Copa Pt. 1

Eu sabia...Foi só o Herchcovitch se acusar sobre o casaco que o Dunga usou no primeiro jogo do Brasil na Copa, para pipocarem as matérias com outros estilistas palpitando sobre o quê o treinador deveria vestir nos jogos.


A ÚNICA pessoa com bom senso a respeito foi, acredite se quiser, a diretora de estilo da Daslu, Lu Pimenta. Ela disse ao G1 exatamente o que eu e alguns amigos sempre dissemos - treinador de futebol usa roupa de treinador. Ele é técnico de futebol, não editor de moda (palavras estas do querido Jorge Wakabara, do Blog Lillian Pacce). De repente um fuzuê em torno do que ele usaria no próximo jogo (de ontem), estilistas sugerindo de tudo...

Bom...eu não o vejo como um possível trendsetter para os homens. Se forem perguntar nas ruas, dificilmente algum hétero irá disparar um "Ah sim, realmente acho que deu um toque de elegância e sobriedade ao visual e de fato, numa competição mundial, convém estar bem-vestido mesmo dentro de campo". ¬¬

Mas sim, é um avanço, usar um trench preto para quem usa o que se vê na foto acima...

quinta-feira, 17 de junho de 2010

Técnica milenar e infalível para vender casacos

Ah, o marketing, este gigante incompreendido... Não importa onde - qualquer shopping, neste mês até Julho, está com o sistema de ar-condicionado no talo. E nas vitrines, casacos grossos e tentadores, uma vez que você está ali dentro daquela imensa câmara frigorífica com o seu simples moletom...

Eis que um surto te acomete e você pensa que pagar R$270,00 num casaco nem é assim tão grave face o desespero de passar frio. E assim o marketing teve mais uma estrelinha dourada no 'quadro de metas e conquistas' do shopping!


Vitrine em Curitiba - www.gazetadopovo.com.br

Eu estou testando os limites de resistência em situações extremas. Não comprei sequer uma meia. Ainda.


terça-feira, 15 de junho de 2010

Preguiça

Trago notícias temerosas para vocês - estou de saco cheio da moda. Mas entendam: De saco cheio de como a moda é vista e falada aqui no Brasil.
Tudo é um texto, um circo! Eu nunca fui de circo, aliás acho triste aquela gente com make velha, fazendo graça com macaco, colants de paetês desbotados...


No meu tempo, quando comecei a me interessar e integrar o meio, primeira fila era de exclusividade dos editores de moda, stylists e profissionais da comunicação, que analisariam e reportariam as tendências para o público em seus veículos, através de matérias, editoriais, análises. Bons e saudosos tempos...Hoje tem Lady Gaga cover, fotologger-golden-camera-web-celebrity, ex-BBB, atrizes de Malhação. Ok, a moda se faz de trendsetters, e acho ótimo. Mas cada um no seu quadrado...


Modelos, não sei...Algumas eu adoro, mesmo porque tive chance de trabalhar com e conhecer. Mas no geral dá desânimo. Podem andar bem, mas as caras são enfadonhas. Eu sempre fui fã das tops - nacionais e internacionais (Shirley Mallmann, Georgia Wortmann, Stephanie Seymour, Naomi Campbell...) - porque eram mulheres. Magras, incríveis, mas com peitos, pelo menos!

E vai de mal a pior, porque lá fora agora é um tal de Lindsay Lohan assinar coleção de Maison, Lady Gaga como diretora criativa de revista, Lili Allen estilista...Eu acho que Karl Lagerfeld deveria se lançar cantor pop, tipo Adam Lambert.

Dark times...

quinta-feira, 6 de maio de 2010

Emulando Chanel


Falei aqui da coleção babadesca Coco Rouge da Chanel, né?
Pois eu, que não acho digno gastar R$120,00 em um único batom (que custa US$28,00 no site da marca), achei um similar ao Talisman, fiz a Beta e me joguei!

Ei-lo!




E este me custou R$24,90 na Contém 1G. Não, eu não ganhei nem um abraço deles por este post, mas é de (f)utilidade pública!
Cappucino Mate Cremoso, girls!

E dura, tá?! Fui com ele para uma festa e durou a noite toda!

Beta, corre lá e me diz o que você achou?! ;-)

quarta-feira, 5 de maio de 2010

Presente!!

Ganhei essa delicinha hoje! E bem a tempo de dar a minha dica de presente para as moms!





Essa é a Be Marinho, com um quê de Lavanda e notas de Sândalo e Vetiver, combinadas com notas de Musk e Limão. Catou o luxxxxx? Eu achei bem interessante para usar logo depois daquele banho, em dias mais fresquinhos. Esse roll-on fofito custa R$16,00.

Curtiu? Fica a dica da Be Amarelo também (R$57,00), que faz uma mistura de notas bem exótica (eu adoro!).

Na Vega (Av. Rio Branco, 120/lj. 24 #21 2252-1439) tem!

terça-feira, 4 de maio de 2010

Chanel - Há 54 anos fazendo nossa necessaire mais incrível

(Não, miguxas, não errei nas contas da História. O primeiro batom da marca data de 1954. Mwah!)

Satin


Talisman
Rouge Noir

Bapho...

segunda-feira, 12 de abril de 2010

Bem-vindo ao clube!

O Rio Sul, shopping xodó dos cariocas, é o mais novo trintão do balneário! Eu fui à inauguração, no colo da mamãe, e desde então somos super best friends forever! Passei minha adolescência inteira nesse shopping, assistindo lojas abrindo, outras fechando. Eu sou do tempo que tinha Casas da Banha no G1! Parabéns, buddy! Você, assim como eu, está muuuuuuito melhor aos 30!


E falando em estar muuuuuuito melhor agora, adivinhem quem é a garota-propaganda da campanha de aniversário do Rio Sul??? A minha musa, Luiza Brunet, que completa 30 anos de carreira! Gente...essa mulher....tu-do!



As festividades começam nesta quarta-feira, a partir das 19h, em todos os 4 pisos do shopping. Dj's, lojas em festa, exposições pelos corredores, tudo para relembrar os 30 anos de transformações da moda carioca e da própria história do shopping. Uma das atrações mais bacanas é o "Tunel do Tempo Fashion", interativo e recheado de vídeos de época, imagens da moda brasileira, tudo pesquisado por Marco Sabino.
Aliás, a comemoração tem todo um toque hi-tech, com recepcionista virtual, catálogos Hi-Tech...Babado!

Então nos vemos no Rio Sul, um show de shopping!

segunda-feira, 29 de março de 2010