terça-feira, 15 de junho de 2010

Preguiça

Trago notícias temerosas para vocês - estou de saco cheio da moda. Mas entendam: De saco cheio de como a moda é vista e falada aqui no Brasil.
Tudo é um texto, um circo! Eu nunca fui de circo, aliás acho triste aquela gente com make velha, fazendo graça com macaco, colants de paetês desbotados...


No meu tempo, quando comecei a me interessar e integrar o meio, primeira fila era de exclusividade dos editores de moda, stylists e profissionais da comunicação, que analisariam e reportariam as tendências para o público em seus veículos, através de matérias, editoriais, análises. Bons e saudosos tempos...Hoje tem Lady Gaga cover, fotologger-golden-camera-web-celebrity, ex-BBB, atrizes de Malhação. Ok, a moda se faz de trendsetters, e acho ótimo. Mas cada um no seu quadrado...


Modelos, não sei...Algumas eu adoro, mesmo porque tive chance de trabalhar com e conhecer. Mas no geral dá desânimo. Podem andar bem, mas as caras são enfadonhas. Eu sempre fui fã das tops - nacionais e internacionais (Shirley Mallmann, Georgia Wortmann, Stephanie Seymour, Naomi Campbell...) - porque eram mulheres. Magras, incríveis, mas com peitos, pelo menos!

E vai de mal a pior, porque lá fora agora é um tal de Lindsay Lohan assinar coleção de Maison, Lady Gaga como diretora criativa de revista, Lili Allen estilista...Eu acho que Karl Lagerfeld deveria se lançar cantor pop, tipo Adam Lambert.

Dark times...

Nenhum comentário:

Postar um comentário