terça-feira, 16 de outubro de 2012

Patricinhalização

Como bem disse a amiga Lady Rocker, body piercer, dj e gata do rolê paulistano, todo mundo paga pau para mulheres tatuadas e roqueiras - mas somente no Facebook. Vida real são mais outros 500, e ninguém tem pra pagar.

MANGA COM ESTAMPA DE TATUAGEM

Acabo de ler isso e congelei de medo. Oh não, jura que vão patricinhar o roller derby também?? Não está restando muito para as "outsiders"...

A seguir, uma breve lista da patricinhalização destrutiva:

1) Rolê alternativo - Baladas faca na caveira como Astronete, Inferno e Caos, todos no Baixo Augusta, estão sendo alvo da alicedellalização indiscriminada;



2) Estampa de onça - Era um ícone pin up, eternizado pela sempre diva (e também alvo) Bettie Page. Agora qualquer Paris Hilton usa, e colorida, que é pra zuar o guarda-roupa das minas do rolê;



3) Piercings - Era coisa de "maloqueira" até inventarem o pingente da Playboy. Must have entre as candidatas a Miss Pau de Sebo Pole Dancing na Balada 2012;



4) Tattoos - Também era coisa de maloqueira drogadita, mas aí a Alessandra Ambrósio fez uma e ela é super do rock, né?



5) Camisetas de bandas de rock bacanudas como Stones e Motörhead só porque alguma it girl caída do trem usou em NY - Com exceção das filhas dos roqueiros, nenhuma das outras sabe do que se trata;



6) Caveiras - A mulher do Justus usa. APENAS ISSO.



7) Jaquetas de couro - Construa seu look rocker com esse tutorial super demais que a revista It-Buça selecionou pra você!



Gostaria de lembrar que um dos ícones dessa turminha da pesada que apronta várias confusões, Georgia Jagger, é filha do cara. Ela até pode ser assim, mas se eu fosse o pai dela sentava-lhe a mão na cara.



Roller Derby requer corpão, bração e tapa na cara. Agora eu quero ver!